Da meia noite às quatro.

Quando a escuridão preenche a cidade, eu só quero olhar pro céu e encontrar a minha lua. Penso se você está assistindo o mesmo espetáculo que eu, mesmo em sessão separada. Escuto algumas pessoas preocupadas com lanternas ou velas.  Um céu completamente diferente de todos vistos na rotina cansativa de uma semana inteira de trabalho. O céu despido, inocente e tímido, pois as luzes da cidade não desviam mais a atenção. Eu te vejo, céu. Sei como você é lindo e como cuida da minha lua. Cuida dela por mim, cuida? 
 
E quem cuidará de mim?
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s