Let go.

Deitada no sofá a tua espera. Tenho um lápis na mão e uma folha em branco. Você demora? Quando é que essa porta abre e te vejo sorrindo pra mim? Quando é que você vai me fazer levantar dessa posição deliciosamente confortável para te dar um abraço de boas vindas? Vou te dar o meu melhor o sorriso. Não, não. Vou te dar o teu sorriso, você sabe que ele é seu. Você sabe que eu sou sua. 

A posição não está mais confortável, meu amor. Começo a tentar escrever de outro jeito. Não é a mesma coisa, meu braço agora está dormente. Não quero me distrair com mais nada. Por que você não vem logo? 

Amor, você ainda está vindo? Talvez escrever deitada não seja a melhor maneira. Enxergo uma mesa e uma cadeira bem a minha frente. Se eu mudar de lugar você vai aprender o caminho e me encontrar? 

A mesa e a cadeira são perfeitas pra mim. Obrigada por ter me dado a oportunidade de descobri-las. Acho que não deixei o caminho anotado pra você vir, mas não se preocupe, elas me fazem sorrir.

 E olha… Eu gosto de folha pautada! 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s